Café do dia

Padrão

Tenho feito um café da manhã mais incrementado:


Café com adoçante, pão integral torradinho com requeijão light e banana com farelo de aveia. É um café simples mas bem completinho. Antigamente eu tomava só o café, que loucura!!! Não é a toa que ficava desesperada de fome no almoço.

Meta da semana e pesagens

Padrão

Eba! Hoje é sexta-feira e eu já bati a meta da semana! Muito feliz!

Costumo estipular pequenas metas semanais de perda de peso. Quando faço tudo direitinho consigo perder por volta de 1kg por semana. Sim, tenho

Tenho o hábito de me pesar todos os dias. Eu seeeei, não é o recomendado, mas não consigo ficar sem pesar.

Já passei muito pela situação da tirinha, principalmente nos últimos meses. Tenho uma rotina de dieta e exercícios que sigo há um ano, e deu muito certo. Mas nosso corpo se acostuma e às vezes temos que dar uma alterada nas coisas para dar um “chacoalhão” no corpo.

Estava fazendo muuuuito exercício cardiovascular (esteira, transport, pular corda)  e por mais tempo que ficasse, não estava perdendo quase nada de peso! Ontem resolvi dar uma mudada e fiz só um pouco de esteira e carreguei no treino de musculação de braço e peitoral e fiz vários abdominais. Dito e feito, perdi bastante de ontem pra hoje.

De fato, a musculação também ajuda a emagrecer e todos meus instrutores me dizem isso. Além de modelar o corpo né. Vamos variar mais o treino, então!

Não pode parar!

Playlist para animar – Agosto

Padrão

Música, para mim, é um dos itens fundamentais na hora de treinar. Principalmente em treinos de cardio (caminhada, corrida, elíptico ou bike), gosto de colocar músicas bem animadas pra dar ritmo e embalar o treino, além de dar uma animada no astral!

Hoje fiz uma seleção só com divas pop, que eu adoro!

Don´t stop the music – Rihanna
S&M – Rihanna
Disturbia – Rihanna
Only Girl – Rihanna
Crazy in Love – Beyonce
Deja vu – Beyonce
Womanizer – Britney Spears
Applause – Lady Gaga
Alejandro – Lady Gaga
Paparazzi – Lady Gaga
Material Girl – Madonna
Like a Prayer – Madonna
Behind these hazel eyes – Kelly Clarkson
Never Again – Kelly Clarkson

Vou colocar minhas playlists toda semana por aqui! Acredito que muitos tenham dificuldade em achar umas idéias de músicas pra baixar… tenho várias: rockzinho, flashback (amo!), sertanejinho (sim, é legal!), technera das antigas, hip hop…

Hoje tive que fazer um exame chatinho, o que me deixou zonza durante o dia e com dor de cabeça, por isso hoje o treino foi bem leve. 60´ de caminhada em 6.2 e 30´ de elíptico.

Meu look de treino hoje foi:

Camiseta Marisa, legging Renner, "saia" Decathlon, tênis Asics - Sou uma blogueira humilde e meus looks são super acessíveis, hahahaha!

Camiseta Marisa, legging Renner, “saia” Decathlon (gosto de usar por cima quando a legging é clara), tênis Asics – Sou uma blogueira humilde e meus looks são super acessíveis, hahahaha!

Quem é a Marília e por que ela não pode parar?

Padrão

Tudo começou em Junho de 2014. A vida ia bem. Tinha um bom emprego em uma boa empresa de varejo de Moda, um namoro que durava mais de sete anos e me considerava muito sortuda por ter uma vida socialmente aceitável, com uma rotina agradável e feliz. Até que, em um espaço de tempo de pouco mais de uma semana, levei um belo pé na bunda e fui demitida.

Ah, que indelicadeza a minha, esqueci de me apresentar: eu sou a Marília, tenho 28 anos, sou Estilista de Moda por formação, tenho uma lojinha virtual e perdi 25 quilos ano passado. Tenho uma família incrível, amigos maravilhosos e uma fé inabalável. Gosto de internet, de música, cultura pop em geral, séries, filmes, cozinhar… e de correr, claro! Comecei a correr em Setembro de 2014 e não parei mais! Meu lema é “não pode parar!”, assim mesmo, na terceira pessoa! E essa, realmente, SOU EU.

Essa pessoa que não pode parar, já foi uma pessoa muito parada que chegou a incríveis 100 quilos (e uns quebradinhos) no dia 28 de Junho de 2014. Tenho essa data como base pois foi o dia em que cheguei ao Itu Garden Spa, (clique aqui para conhecer!), para passar 15 dias sozinha para tentar recuperar um pouco da minha auto estima, destroçada pelos acontecimentos recentes.

Quando minha família se despediu de mim e me vi sozinha, sentada num banco, eu pensei: como vou suportar essa tristeza sem comer? Estou perdida! Sei que minha família também pensou o mesmo e estavam até preparados para uma eventual desistência ou ligações desesperadas chorando por falta de salgadinhos, chocolates ou pipoca doce. Pois bem, me instalei, vi um jogo da copa e não queria saber de fazer amigos, pois acreditava que precisava de um tempo pra refletir sozinha… Até parece, logo na segunda refeição os colegas que também estavam sozinhos me chamaram para comer na mesa coletiva e eu tive que ir apesar de me sentir a mais miserável e gorda das criaturas. Esses amigos e minha família foram verdadeiros anjos que me ouviam, me incentivavam e não me deixavam desistir. Sou abençoada por ter pessoas tão maravilhosas em minha vida.

E uma força interna, que veio sei lá de onde, acho que do coração mesmo, fez prometer a mim mesma que faria valer o dinheiro investido, fazendo o máximo de exercícios possíveis  e a dieta mais restritiva. 600 kcal por dia, e eu, por ter feito há muitos anos um curso Técnico em Nutrição e Dietética, sabia que era MUITO POUCO.

Essa foi minha primeira salada no spa!

Essa foi minha primeira salada no spa! Ainda bem que gosto de salada, rs.

Sofri. Chorei de fome (e de tristeza mesmo), cheguei a fazer um vídeo engraçadíssimo no meu celular reclamando de como eu era infeliz e que queria comer. Hoje em dia rolaria de rir assistindo a esse relato. Apesar da sofrência, fiz todos os exercícios que meu corpo pesado conseguia: hidroginástica, caminhada e algumas aulas (funcional, pilates).

Eu bem rechonchudinha e suada em uma das caminhadas matutinas... 4km representavam um sacrifício enorme! E pensar que hoje já bati a meta de 16km correndo... O mundo realmente dá voltas!

Eu bem rechonchudinha e suada em uma das caminhadas matutinas… 4km representavam um sacrifício enorme! E pensar que hoje já bati a meta de 16km correndo… O mundo realmente dá voltas!

A dieta, por mais incrível que pareça, consegui seguir à risca e não derrapei nenhuma vez sequer. Saí do Spa com 5 quilos a menos e feliz por ter feito novos amigos, ter pegado gosto por exercícios e por saber que a vida continua lá fora.

Eu em Maio de 2014, quase no auge do meu peso. Ao lado, no último dia do spa, com 5 quilos a menos.

Eu em Maio de 2014, no auge do meu peso. Ao lado, no último dia do spa, com 5 quilos a menos.

Voltei para casa e fui fazer umas caminhadas perto de casa, pra tentar manter a rotina, mas moro em uma região muito movimentada, com poucas praças e parques convidativos ou seguros para caminhadas sozinha, e acabei me rendendo à boa e velha academia e a caminhadas na esteira. Levei algumas lições do spa que sigo até hoje e que me ajudaram muito na dieta (falarei delas em breve aqui no blog). E continuei perdendo peso. Uma incrível média de quase 5 quilos por mês. Meu metabolismo nem é grandes coisas, a sorte é que tinha tempo livre pra me exercitar pois estava desempregada, e conseguia me controlar devido a endorfina liberada pelos exercícios. Essa substanciazinha é milagrosa.

Eu indo pra academia, já com trajes e tênis mais animadores, e ao lado, meu rosto bem mais fino em Setembro de 2014.

Eu indo pra academia, já com trajes e tênis mais animadores, e ao lado, meu rosto bem mais fino em Setembro de 2014.

Em Setembro, corri minha primeira corrida de rua. Na verdade, uma grande amiga me deu de presente de aniversário e eu mal sabia correr, arriscava um trote aqui e ali mas ficava muito cansada e sem fôlego. Topei o desafio (uma mulher que emagrece, aceita qualquer desafio) e comecei a treinar, fazer corridas intercaladas com caminhadas (2 minutos de cada, inicialmente). A corrida que participei era noturna com 5km de percurso. Tive que andar em alguns momentos, não aguentei, mas a adrenalina da largada, a sensação de dever cumprido da chegada, tudo aquilo me encantou e me motivou. Hoje não sei mais viver outra vida. A corrida é viciante e ajuda muito no emagrecimento.

Vida de corredora.

Vida de corredora.

Em dezembro de 2015, cheguei a marca de 25 quilos eliminados. Acredito ter sido um dos momentos mais felizes da minha vida. Não pelo corpo mais magro, mas sim pela incrível sensação de ter feito algo grande, algo por mim mesma, salvando minha vida e minha saúde.

E meu incrível antes e depois... 25 quilos a menos.

E meu incrível antes e depois… 25 quilos a menos.

A vida foi se ajeitando e voltando ao normal. Comecei a vender coisas pela internet, peguei gosto e mantenho um endereço virtual, www.enjoei.com.br/marilialib, onde vendo coisas muito lindas, confere lá! Hehehe 🙂

O peso oscila, não vou mentir. Dei uma relaxada, e passei a ter uma vida quase normal. Me permiti alguns luxos, mas minha cabeça mudou muito. Agora, até dezembro de 2015, quero perder mais 15 quilos. Sei que tenho garra e determinação pra isso, e por que não registrar minha luta num blog, compartilhando minhas experiências, receitinhas, deslizes e fotos (que tanto amo!)? Espero que vocês gostem e acompanhem meu dia-a-dia.

Não pode parar!