Dias de jaca, dias de glória

Padrão

Aff eu confesso: hoje eu fiz tudo errado.

Almocei KFC, comi pão com nutella, jantei hot dog com purê de batata e batata palha, comi um kit kat, uns pãezinhos de queijo… acho que a única coisa que fiz direito foi o salgadinho de soja que lanchei e não ter tomado refrigerante normal, tomei o light.

Um dos meus objetivos aqui é: mostrar que estou NA LUTA pelo peso ideal, e sou uma pessoa normal que erra. E jaca. Sou igual a quase todo mundo, basicamente, rsrs.

E não, hoje eu não estava estressada, não tinha brigado com o namorado, não estava ansiosa, simplesmente fui gulosa.

Uma coisa que sentia falta na maioria dos blogs de emagrecimento e instagram de musas fitness, era algo que se aproximasse da minha realidade. Não, eu não vou conseguir fazer seu abdominal de cabeça pra baixo, não, não vou conseguir fazer agachamento com esse tanto de peso, não vou conseguir fazer esse crossfit porque sou lerda, o máximo que eu vou conseguir com isso é uma bela lesão.

Por isso resolvi criar meu próprio blog. Um blog de uma moça real, que trabalha, tem seus afazeres, que tem dias ruins e dias de preguiça, dias de jaca e dias de glória.

Mas. Apesar de tudo. Apesar da culpa, treinei, e treinei de todo coração.

12622384_1136442319699092_5962490581942770264_o

Escondi até o rosto de vergonha das minhas travessuras, rsrs.

Tem dias que a gente pega BODE de comida de dieta. Não quer lavar verdura, não quer descascar legume, não quer adicionar farelo nem chia, não quer sujar 350 utensílios, falei pra minha mãe que não suportava mais sentir cheiro de gelatina, que precisava de um day off de gelatina.

Não, não é a primeira vez que tenho isso nesse 1 ano e meio. Já tive uns 20 episódios desses, todos iguais. E são iguais também em uma coisa: eles duram apenas um dia.

No dia seguinte estou lavando alface, descascando cenoura, fazendo pão proteico, sujando o mixer… Porque a mudança é pra sempre aqui dentro. A saudade é um prego e o coração é um martelo, e nesse aspecto, eu sou meio mulher de malandro, sinto falta de umas porcarias mesmo sabendo o mal que me fazem!!!

É nesse ponto que muitos desistem. Acham que colocaram tudo a perder, e não é assim. Se eu comer errado 1 dia, não vou engordar tudo que perdi.

Nesse ponto a determinação é muito importante. A primeira vez que jaquei (tinha nutella envolvida, lógico), depois que perdi todo esse peso, eu me senti tão mal… me senti traidora do meu próprio movimento, foi horrível.

Agora já levo mais na esportiva, vendo que as consequências não são tão horríveis se a gente não fizer igual no dia seguinte.

Já desabafei sobre a jaca, falei, tô leve, e agora foco nas conquistas, porque não sou de ficar me lamentando. Ontem arrasei na minha velha amiga esteira e bati meu tempo nos 5km:

IMG_1287

Eu achei que era possível, fui lá e fiz. Baixei quase 2 minutos o meu tempo. Lógico que saí toda esbaforida, a cara da derrota, mas vitoriosa.

Vou focar nas metas e nada vai estar no meu caminho!!! E desejo força a todos que estão comigo nessa!!!

 

Anúncios

12 comentários sobre “Dias de jaca, dias de glória

  1. Daiane Oliveira

    Marília, não sabe como fiquei feliz hoje ao checar minha caixa de emails e ver seu rosto, estampando uma das matérias motivacionais da Michelle Franzoni, fiquei mega entusiasmada ao ver sua linda jornada estampada ali, para todos conhecerem, meus parabéns, descobri seu blog a pouco mais de três meses, e desde então estou sempre te acompanhando! Este post de hoje foi tudo, é bem assim que acontece mesmo, eu que o diga, e é muito legal ver que não sou só eu que faço tudo errado de vez enquando!!! Parabéns novamente pela vitória diária e pelo blog, e saiba que aqui você tem uma leitora fiel, espero conseguir um dia chegar aonde você chegou!

    Curtir

    • Puxa vida Daiane, fiquei emocionada com seu comentário, muito obrigada!!! Somos humanos e temos nossas fraquezas, o que precisamos é lidar com sabedoria frente a elas. E não desistir nem desanimar!!! Você vai conseguir chegar, sim!!! E venha me contar seus progressos, eu vou amar saber como você está. 🙂

      Curtir

  2. Luciana

    Hahaha, rindo alto com suas declarações! Meu marido tem sobrepeso e vive controlando a alimentação, porém às vezes ele tem o “dia de fúria” e ele surta; come salgadinhos, doces e tudo o que tem direito. Mas depois passa, ele volta para a rotina, bate o arrependimento e a vida segue. Vc é gente como a gente, a vida não é feita somente de Whey, chia etc. Desistir? Nunca! Retroceder? Jamais! Parabéns pela sua sinceridade 🙂

    Curtir

    • Oi Luciana!!! Que legal, parabéns para seu marido, é preciso muita força de vontade para seguir em frente depois desses “dias de fúria”, rsrs!!! Muito obrigada pelo carinho, trocando experiências a gente enriquece muito mais as nossas vidas. Volte sempre!!!!

      Curtir

  3. Oi, Marília! achei o seu blog através de um post na Mimis e fiquei encantada com a tua determinação, criatividade e humor. Que bom achar pessoas gente como a gente, que tem vidas reais e não aqueles modelos inatingíveis, com uma vida quase “artificial”. Também luto contra a balança e pode ter certeza que a tua história é uma super inspiração. Vou seguir te acompanhando, segue firme por aí 🙂 Parabéns, você é linda e vai ser mais ainda, porque a nossa felicidade está associada à beleza por dentro e por fora. beijos

    Curtir

  4. Adriana

    Oi Marilia
    Acabei de ver seu blog. Adorei sua sinceridade e bom Humor. Tambem estou na luta para emagrecer, mas com saúde. Moro nos EUA com meu marido e dois filhos pequenos. Enfim, aqui não temos tantas opcoes saudáveis, mas estou na luta e ver relatos de pessoas que nunca saíram da dieta, que não tiveram dias ruim, realmente, não me motiva! Sua historia ‘e realista.
    Obrigada por compartilhar sua historia. Parabens e continue firme nos seus objetivos!
    Bis

    Curtir

    • Oi Adriana! Realmente, aí nos EUA não tem a oferta de opções saudáveis que temos aqui, a adaptação é necessária mesmo… Os dias ruins fazem parte, desde que coloquei isso na cabeça, a ansiedade da dieta diminui consideravelmente! O importante é não persistir no erro 😊 obrigada pelo comentário e volte sempre 😄

      Curtir

  5. Lucia

    Oi Marília! Gostei muito da tua história e também do jeito que escreve, vc escreve muito bem, cativa a gente! Tb estou na luta contra a obesidade. Fiquei encorajada pela tua conquista e mais motivada a não desistir! Obrigada! Um Beijo!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s