Academia e a opinião alheia

Padrão

Oi pessoal!!!

Hoje vou falar sobre um assunto inspirado em um post que li em um grupo sobre emagrecimento no Facebook: Academia e opinião alheia. Li um depoimento bem triste de uma garota obesa, que disse não ter ânimo para ir à academia se exercitar pois sempre se sentia julgada e criticada por olhares alheios por conta de sua condição física.

Haviam muitos comentários de pessoas na mesma situação, incomodadas com as outras pessoas, e até com instrutores, argumentando que quem tinha atenção era apenas quem estava com o corpo em dia. Que disputar o espaço com pessoas magras ou com o corpo perfeito era difícil e deprimente, e até questionando o porque dessas pessoas estarem lá!

Bom, eu posso opinar sobre esse assunto pois frequento academia pelo menos 5 vezes por semana. Vou à mesma academia há 16 anos, comecei bem jovenzinha quando fazia natação. Entre idas e vindas muita coisa mudou, fui e voltei várias vezes, mas essa última foi especialmente difícil: estava com 95 quilos e com apenas 15 dias de exercícios (leves):

IMG_1557

FullSizeRender(2)

Último dia no spa, em julho de 2014: 95 quilos

Mesmo frequentando a academia há muito tempo, fui insegura, pois não tinha roupas legais pra usar (mais uma vez: alô fast fashions e lojas em geral as fofinhas também malham e gostam de estar bonitas e confortáveis!!!), estava desacostumada com os aparelhos, sabia que ia suar horrores e enfrentar alguns olhares curiosos. Mas fui.

ae6434e5fe014f9a28864c61fc019e81

Foi um sacrifício, sim. Fui muito sincera com meu instrutor e deixei claros meus objetivos, metas, limitações (por exemplo, não comecei com musculação logo de cara pois não me sentia confortável, coisa pessoal mesmo). Assim foi bem mais fácil.

Quanto aos olhares, eles existiram, e existem até hoje. Comentários, eu nunca ouvi.

Sabem por quê? Estava 100% do tempo com fone de ouvido, com músicas bem altas e animadas. Nada nem ninguém iria tirar minha concentração!!!

Alguns amigos que fiz posteriormente me diziam que eu era tão concentrada que tinham até medo de ir falar comigo!!! Hahaha!

Quanto a pessoas em forma, magérrimas, lindas e perfeitas, eu entendo perfeitamente o lado delas. Não é porque uma pessoa é magra que ela é 100% saudável, ou não queira outros benefícios do exercício físico, além do emagrecimento. Existem vários objetivos: aumento de massa, aumento de flexibilidade, recomendação médica… ou até mesmo para fazer amigos, por que não? E outra, não são apenas os gordinhos que se sentem desconfortáveis: conheci muitas pessoas magras que tinham problemas com flacidez, falta de condicionamento, e elas iam à luta também!!!

fa478f4f4ad03229497a614d907392bf

Passei por outra prova de fogo: começar a correr! Eu via aquelas pessoas ultra fitness, correndo minutos, e até horas a fio, dando o melhor de si e eu pensava: “genteee, eu sou uma gordinha que quer correr, vai ser um vexame!!!”. Mesmo fazendo treinos intervalados (1 minuto de corrida, 1 de caminhada), eu saía muito, mas muito vermelha, pingando, muito suada mesmo, toda brilhante… no começo tinha um pouco de vergonha, mas depois me acostumei. Novamente, estava tão focada que quando começava a correr, só pensava em bater as metas e acabar logo com aquilo (sou dessas, rsrs).

Tudo é uma questão de hábito. Toda nova atividade exige adaptação, adequação, e com os exercícios físicos não é diferente.

IMG_1544

E mesmo hoje, tantos quilos perdidos depois, eu continuo a mesma: fico vermelha, roxa, azul, suo horrores (em todos os lugares imagináveis)… E tento sempre não me importar com o que pensam/vão pensar. Eu estou lá por um objetivo!

4a15f9a6bc0038e6dffda330c9fde4a0

Hahaha, é bem assim mesmo

Mereço respeito, não apenas dos outros, MAS DE MIM MESMA. Eu sou a pessoa que mais tem que se olhar com admiração: eu superei tantos que estão reclamando no sofá sem tomar nenhuma atitude!

O amor próprio é um sentimento que transforma nossas vidas. Quando a gente se dá conta do quanto é especial, nossa forma de ver o mundo e as pessoas fica muito mais positiva.

Mudando de assunto, hoje fiz uma crepioca de pizza tão gostosa, mas tão gostosa que preciso compartilhar com vocês:

safe_image.php

A crepioca vocês já conhecem, né? 4 colheres de goma de tapioca, 1 ovo e 1 pitadinha de sal. Bata bem com o garfo e coloque na frigideira antiaderente até dourar um dos lados. Vire, espalhe 1 colher de molho de tomate pronto, 2 fatias de mussarela light, 2 rodelinhas de tomate e uma pitada generosa de orégano. Prontinho!!! Comi apenas uma, e me saciou tanto que nem quis sobremesa (um milagre, rsrs).

Espero que estejam muito firmes em seus objetivos!!! Não deixem que nada desvie o caminho de vocês rumo ao sucesso!!!

Anúncios

2 comentários sobre “Academia e a opinião alheia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s