A falta que um bom café da manhã faz – e o desafio dos 20 dias

Padrão

Oi pessoal!

Março está bombando nos eventos de corridas, caminhadas e treinamentos, e eu tô simplesmente AMANDO!

Ontem, domingão, acordei antes do sol nascer para correr 5km na corrida Olga Kos Inclusão Cultural,  em homenagem ao Dia Internacional da Síndrome de Down. Correr por causas nobres é bem legal, é bom saber que o dinheiro que pagamos na inscrição vai ajudar alguém que precisa. 🙂

Fiz uma “conta” meio maluca de manhã e acabei com um tempo muuuuito restrito para preparar minha tapioca sagrada, ou meu pão de queijo de frigideira. Faço questão desses lanchinhos pois acredito que eles me dão uma energia que é bem aproveitada nas corridas. Na verdade, nem café eu tomei. Comi duas bananas e um copo de água, senão ia chegar super atrasada!

IMG_2693

Arena montada na Charles Miller, estava bem cheio. O valor da inscrição foi bem em conta (R$ 25) e isso atraiu muitos corredores, além do que, eram 3 modalidades: caminhada, corrida de 5km e corrida de 10km. Escolhi a de 5km porque, conforme as metas do início do ano, me focaria em corridas de 5km (visando melhorar tempo e pace) ou meias maratonas (alcançar minha maior distância), já que ano passado fiz muuuuitas de 10km e 3 de 15km.

IMG_2695

A largada foi uma das mais cheias que peguei nos últimos tempos. Porém, depois que entramos na avenida, o povo dispersou e deu pra correr bem. Logo no início, senti a falta que minha tapioquinha faz na corrida. Consegui puxar um ritmo mais rápido, como queria, mas senti que se tivesse me alimentado melhor, conseguiria render mais ainda!

Fazendo uma comparação meio besta, é como se sem a tapioca eu usasse gasolina normal num carro e com a tapioca, gasolina aditivada!!!

Mas fiz os 5km com tranquilidade, e o melhor: bati meu tempo novamente! Fiz em 34 minutos e alguma coisa, chegando ao tão sonhado (por mim) pace de 6 (6,8 – aproximadamente)! O pace, como já falei por aqui, é o ritmo por quilômetro e quando eu comecei, eu corria 5 quilômetros em 40 minutos, num pace de 8. Baixei pra 37 minutos, depois pra 36, e finalmente cheguei aos 34 minutos. Meu objetivo, até abril, é chegar nos 35 com frequência, creio que consigo. O segredo do sucesso, amigos, é um só: PACIÊNCIA. Não se sinta lerdo nem tenha pressa de ter um tempo bacana. Respeitar os limites do corpo é fundamental para não ter lesões e continuar com a rotina de corridas. Eu corro desde setembro de 2014, e fui baixando meu tempo beeem aos pouquinhos, enquanto alternava treinos e fortalecimento.

Voltando à corrida de ontem, o problema foi na chegada. Formou-se um bolo de gente na linha de chegada, o que fez muitos corredores pararem de forma repentina, o que é muito, mas muito ruim. Eu cruzo a linha e diminuo a velocidade gradativamente, senão me dá um rebote que faz sentir um mal estar bem ruim. A parada abrupta + café da manhã fraco dão esse efeito em mim: uma tonturazinha de leve e uma baita ânsia de vômito. Nada que não passe com uma respirada beeeem funda, água e isotônico, mas não é bom.

Fui correndo pegar kit de chegada e ficou tudo bem:

IMG_2716

Peguei até uma banana “gêmea”! E fui embora feliz da vida por ter batido meu tempo.

Fiz a inscrição da meia maratona (21 quilômetros), que será dia 10 de abril. Tenho exatos 20 dias para perder um pouco de peso, o que será minha maior preocupação nesse momento. Já bati tempo, agora é me preocupar com distância, manter fôlego e musculatura ok.

Penso em tomar muita sopa, fazer uma dieta um pouco mais pauleira nesses 20 dias. Perder 3 quilos e ficar mais ágil me garantiu os 15km da São Silvestre em dezembro, e quero resultados assim novamente, portantoooo…

INICIO HOJE O DESAFIO DOS 20 DIAS:

  • Disciplina e foco total para perder o máximo de peso (acho que rola 1,5, até 2 quilos)
  • 1 refeição do dia: sopa ou shake (já fiz um post sobre os shakes e meu uso deles. No meu caso, funcionam bem aqueles de farmácia mesmo)
  • Nada de refrigerantes (quero zero inchaço)
  • Doces apenas os “funcionais”, rsrs: tapioca doce, pudim diet, gelatinas mil, docinhos de gelatina…

Vi uma palestra recentemente onde foi dito que metas funcionam muito bem, mas quando elas parecem “difíceis” de serem cumpridas, o segredo é “fatiar” a meta principal em metas pequeninas. Esse desafio dos 20 dias é uma pequena meta, que pode me ajudar a perder todos esses quilinhos restantes que não querem sair de mim, rsrs.

Reconheço que cheguei muito, mas muito longe. Além de perder mais de 25 quilos, consegui manter não apenas o peso, mas o estilo de vida também. Pensava que nunca mais conseguiria ter um corpo que gostasse ou usar roupas bacanas, mas foi possível:

IMG_2728

É por isso que acredito em mim mesma e sei que vou conseguir atingir bons resultados com esse novo desafio. Convido você que está lendo, a se desafiar.

Pense se está satisfeito não apenas com o espelho, mas com seu estilo de vida. Pense se sua vida não poderia ter mais qualidade, se sua auto estima não poderia ser melhor. Eu passei por isso em junho de 2014. Eu me olhei no espelho, eu pensei na minha vida como um todo e vi que não estava tudo bem. Me negligenciei por anos e nem notei o quanto estava descuidando do meu maior templo: meu corpo! Minha vida era um entra-e-sai de restaurantes de junkie food, doces, sedentarismo, comodismo… eu não queria arriscar.

Tive que passar por um momento delicado para dar minha volta por cima. O único arrependimento que tenho é justamente esse: ter tido que passar por um momento difícil para começar a me cuidar. Mas digo, NUNCA É TARDE DEMAIS! Vamos começar hoje? Vamos mudar nossa vida? Vamos ter orgulho de nós mesmos, bater no peito com confiança e dizer: EU CONSEGUI? E não vamos parar!

Tenho uma loja virtual de moda fitness, a preços super justos! Envio para todo brasil via correios (PAC e Sedex!), posto em no máximo 3 dias úteis!!!
Loja: www.lovelibe.com
Facebook: Lovelibe
Instagram: @lovelibestore

O blog também tem instagram: @marilianaopodeparar

 

O blog também

 

Anúncios

4 comentários sobre “A falta que um bom café da manhã faz – e o desafio dos 20 dias

  1. Oi, Marília!
    Parabéns por ter baixado o pace!
    Boa sorte no seu desafio. Tenho certeza que vc vai conseguir baixar o peso pra meia maratona.
    Adorei a foto das suas medalhas no instagram. Quero ter um montão também.
    Boa semana pra vc!
    Bjo

    Curtir

      • Marília, eu melhorei sim, mas acho que minha imunidade anda baixa. Quase toda semana fico doente… é uma gripe, garganta inflamada. Domingo eu tentei dar um trote na esteira. Estava indo até razoavelmente bem. Tinha percorrido 370m na última vez que olhei, só que não gosto de ficar olhando toda hora… aí uns 3min depois disso, quando olhei de novo, estava marcando “1”. A danada da esteira está marcando voltas! E eu não sei quantos metros tem a volta dela. Fiquei nesse 1 um tempo e nada de aparecer “2”. kkkk! Fiquei abalada. Não contava com isso. Estou procurando o manual da esteira pra ver se consigo mudar ou descobrir quanto é essa ‘volta’ dela.
        Bjo

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s