Me rendi: batata doce

Padrão

Oi pessoal!

Dei uma sumida esses dias porque passei uns maus bocados… no sábado passado antes da Meia Maratona da Asics eu tava sentindo um leve incômodo na garganta… mas como sempre tenho isso porque sinto muito frio e etc, nem dei muita bola, corri os 21k e continuei a rotina normal, só não treinei segunda pro corpo descansar… na quinta ainda insisti em fazer exercícios mesmo estando meio “gripada”… mas na sexta o bicho pegou… acordei muuuuuuito mal, cabeça latejando de dor, não conseguia nem olhar pra luz… tava com um pouco de febre e achei meio estranho… fui ao médico e estava com uma sinusite bem infeccionada, resultado: repouso de pelo menos 2 dias e antibióticos por 1 semana.

Nisso eu tenho que baixar a cabeça e dizer que ás vezes sou meio teimosa… passei muito tempo sem ter essas doenças respiratórias, me orgulho de ter uma respiração beeem funda, muito devido a meditação e a prática de yoga, o que me ajuda horrores na hora de correr (vou fazer um post sobre isso um dia, uso alguma técnicas na corrida e são bem bacanas), por isso achei que seria apenas uma gripinha de nada… mas me enganei, e perdi uns bons dias de diversão por conta disso… sem contar as dores insuportáveis de cabeça, enjoos, mal estar, febre, etc…

Mas hoje (domingo) estou com 3 dias de antibiótico e me sentindo bem melhor! Não boa ainda, mas melhor, rsrs. Um dia desses aconteceu de 2 pessoas ao meu redor (pai e namorado) comentarem que iam começar a comer batata doce porque era muito bom e etc. Eu não sou muito fã de batata doce, vou ser bem sincera… eu gosto mesmo é de uma batatona bem salgadona, rsrs… mas achei que era um sinal do universo e comecei a consumir, meio cética. Meus amigos da academia falam muito em batata doce, frango com batata doce, mas eles são da maromba e eu sou do emagrecimento, sinto um abismo enorme entre nós, hahahaha!!! Sempre achei que isso era pra quem queria crescer, mas lendo mais a fundo vi inúmeros benefícios pra quem quer secar, como eu, e ter energia (alô, corridas!)! Vou falar mais sobre isso no final do post.

…mas pra cozinhar demora muuuuuuito, socorro! Aí perguntei por aí, me informei, procurei na web e achei – pasme – num blog de uma das meninas elegantes das modas (leio uns 150 blogs de moda, gente, hábito antigo de caçadora de tendências de moda, rsrs), a Helena Lunardelli, um jeito bem mais rápido e fácil de fazer a batata doce cozida. Consiste em:

  • Lavar bem a batata doce e fazer furos nela com um garfo (isso é muito importante pra batata não explodir no micro, não esqueçam!) – eu prefiro fazer com casca, mas pode descascar também.
  • Envolver a batata doce em uma folha de papel toalha úmida, apenas uma camada. Lembrando que deve ser uma batata de pequena a média, senão ela queima por fora e não cozinha direito por dentro.
  • Colocar no microondas por 3 minutos
  • Com o garfo, furar e ver se está molinha por dentro. Se não, deixar mais 30 segundos. A minha ficou 0k com 3 minutos.
Screenshot_2016-08-07-22-36-59-1

Foto do insta do blog: @marilianaopodeparar

Aí eu, salgadeira que sou, taquei sal e ficou bem boa. E resolvi adotar, inclusive no meu polêmico pós treino, que reduzi bem pra perder os primeiros 4 quilos do desafio dos 3 meses!

Vamos conhecer melhor os benefícios da batata doce?

“A batata doce é fonte de carboidratos de baixo índice glicêmico, que por possuírem uma digestão relativamente mais lenta, não causam um grande impacto nas taxas de açúcar do sangue. Com isso, há uma redução no risco de diabetes e de sobrepeso.

A batata doce também apresenta um alto teor de betacaroteno, um tipo de pigmento carotenoide que tem atuação antioxidante e ajuda a minimizar os efeitos negativos do excesso de radicais livres gerados pela atividade física intensa.

Outros benefícios da batata doce:

  • Auxilia no controle do colesterol;
  • Melhora o funcionamento do intestino;
  • Prolonga a saciedade;
  • Ajuda na recuperação muscular no pós treino.

Devido ao sabor adocicado, a batata doce também pode servir de alternativa mais saudável aos doces e demais carboidratos refinados, já que ajuda a aplacar a vontade de comer açúcar.”

FONTE: http://www.mundoboaforma.com.br/batata-doce-e-musculacao-dicas-para-melhores-resultados/

Achei BEM interessante e lendo sobre a combinação com o frango, fiquei bem impressionada em saber que faz sentido do ponto de vista nutricional combinar esse carbo com uma proteína, visando a recuperação muscular e evitar aquele mega cansaço pós treino. Também li que faz bem pra pele e cabelos, e não é que comendo uns 3 dias achei que minha pele ficou bapho e meu cabelo também? Seria coincidência?

Sendo ou não, essa semana vou comprar mais e continuar experimentando. Não é tão gostoso quanto uma batatinha do Mc Donalds, mas né, a vida é feita de escolhas, kkkk!!!

É isso gente, eu acredito que a comida é o combustível de um corpo saudável. Fiz 1 ano e meio de Técnico em Nutrição e Dietética e aprendi muito sobre os alimentos e sei que TODOS, absolutamente TODOS os grupos alimentares são fundamentais para o bom funcionamento do corpo. Vejo uns blogs meio doidos por aí, falando sobre jejum, corte de carboidratos e não consigo entender essa PRESSA em emagrecer. Cara, eu tô há 2 anos nessa luta e sei que demora MESMO.  Eu levei 2 anos pra ficar obesa, não iria perder em 3 meses o que ganhei lentamente.

Lógico que eu gosto de umas águinhas de gengibre aqui, uns turbinadores de treino acolá, mas tudo alimentando o corpo, jamais privando-o!!! Eu escolhi uma coisa pra minha vida: faço uma reeducação alimentar constante, que provavelmente será ETERNA, porque eu ADORO comer. Dou umas jacadas? Sim! Mas volto pro lugar sempre! E faço muita, mas muita atividade física. Corro e defendo o esporte com unhas e dentes, porque além de ajudar muito no emagrecimento, melhora a mente, o espírito, deixa a gente mais leve e feliz.

568978(1)

Primeira corrida de 10k!!! E o tanto que foi SOFRIDA??? Dá pra ver na minha cara, na pisada, rsrs… mas persisti. Me aprimorei.

Pensem bem antes de pensar em fórmulas milagrosas, pensem se adotar um estilo de vida mais saudável não é um caminho mais interessante! Aí nessa foto eu estava com uns 4 meses de vida saudável, já tinha perdido muuuuito peso, mas a respiração ainda era bem errada, a pisada mega torta, o fôlego difícil de segurar, os músculos fracos… nesses 2 anos fiz um trabalho de “mudança” de corpo, não apenas de emagrecimento. Ficar mais magra é show, é lindo, mas transformar o corpo, fazer dele melhor, mais forte, mais saudável me parece muuuuito mais interessante! Pense nisso!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s