Uma nova dieta – o que muda daqui pra frente na minha alimentação

Padrão

Oi pessoal!

Reta final do ano de 2016, menos de 15 dias pro final do #npp96 e eis que minha dieta muda totalmente. Bem, o #npp96 está sendo meu primeiro “desafio coletivo” e me ensinou, entre outras coisas, que tinha que rever minha dieta se quisesse sair de verdade do platô. “Ainnnn mas é final de ano, Má, aproveita pra relaxar e começa dia 1!”. Não, esse papo comigo não funciona mais. Primeiro que até dia 1/1 tem uns bons dias ainda, e meu corpo engorda com MUITA FACILIDADE. Se eu relaxar, vou ficar ainda mais distante da meta! E segundo, pra mim o negócio é começar HOJE, AGORA! Eu resolvi mudar de vida num sábado de 2014. Não tem essa de segunda, terça, quarta… o dia certo pra mudar é HOJE.

Em pleno domingo à noite, recebi o e-mail do meu Nutricionista com todas as medições, explicações e o mais importante: meu plano alimentar individualizado com a quantidade de calorias que posso comer por dia. Não vou entrar em detalhes sobre quantas são, porque acho que isso poderia influenciar alguns de vocês leitores, e essa dieta, em especial é voltada pra uma mulher de 30 anos, com um histórico e genética familiar bem específico, com gastrite e refluxo, ativa fisicamente, mas que trabalha em casa… então não dá pra generalizar e orientar vocês a seguir essa mesma dieta. Vou apenas dizer as impressões que tive:

  • Meus horários e quantidades de refeições foram revistos. Adicionou-se 1 lanche no período da tarde (ou seja, agora tenho 2 lanchinhos, ebaaa), pra evitar a queda de glicemia à noite, o que poderia ser a causa da minha fome absurda de madrugada.
  • Leite e derivados foram colocados em várias refeições. Creio que isso visa o ganho de massa magra. Realmente, é algo que não comia muito porque ACHAVA que tinha alergia ou intolerância a lactose, mas penso que é bobagem, no final das contas. Vou voltar a comer.
  • Nozes e castanhas – já tinha introduzido na alimentação as oleaginosas e tendo bons resultados, mas agora são 3 POR VEZ. Ainda bem que é dentro de um lanche completo, senão tava lascada, kkk! Sei dos benefícios e concordo que tem que ter.
  • Frutas, frutas, frutas – Não vou mentir, não sou a loca das frutas, não. Gosto de alguns sabores, mas não é a explosão de sabor que amo, faz uma baita sujeira pra descascar, tem que comprar fresquinha, estraga fácil… mas vou começar devagar, já que ele pediu. Vou começar com maçã, banana, uvas… que são as que gosto e que consigo comprar fácil, rsrs.
  • Quantidades – aí que tava fazendo TUDO ERRADO MESMO. Nunca liguei muito pra quantidade… comia “pouco” e achava que tava tudo bem. Pra uma pessoa com 100 quilos, comer 2 escumadeiras ao invés de 4 de arroz, é uma baita diferença. Mas pra alguém que perdeu muuuito peso, isso já não faz mais efeito. As quantidades são poucas MESMO. Vou me atentar a colheradas, porções e gramas. Faz muita diferença.
  • Aos finais de semana a regra é clara: evitar jejum (algo que já faço por causa da gastrite e esofagite, não posso ficar em jejum nem a pau porque DÓI), e é tudo liberado, oeeee!!! Massss com quantidade reduzida em 30%. O que é sussa de seguir se eu me esforçar, e me anima saber que vou poder almoçar com meus pais, sair com o boy, os amigos e não ficar enchendo o saco de ninguém.

Aí o que fiz? Sentei, olhei refeição por refeição com muita atenção e fiz um rascunho de um dia de alimentação com o que tinha aqui e uma lista de compras com o que está faltando. Pensei no que poderia variar, e consegui “me achar” na dieta.

15577904_199755547153258_1032254768189098439_o

ANOTO TUDO MESMO!!! Organização de memória não é meu forte, então deixo tudo anotadinho

Felizmente o Dr. Daniel segue os ensinamentos da Reeducação Alimentar e dá várias opções de alimentos, contanto que fiquem dentro dos grupos alimentares correspondentes e nas quantidades indicadas, ou seja, tenho que olhar uma tabela de quantidades o tempo todo. Mas gostei bastante, acho que vai me ensinar a comer o necessário pro corpo.

Pretendo voltar a me consultar em março e vou tentar desapegar da balança. Vai ser difícil pra mim, mas preciso tentar. Cheguei ao spa em Junho de 2014 com um pensamento fixo e hoje a história é bem diferente. Em 2014 eu queria emagrecer, caber nas roupas e melhorar a auto-estima. Consegui tudo isso. Agora preciso chegar ao peso “ideal” (pra mim), melhorar o desempenho no esporte que amo (corrida) e ser mais saudável ainda. Acho que agora estou num caminho mais certo e focado.

E você? O que está esperando pra mudar de vida? Ahhh, vai esperar 2017 pra começar? Vai deixar passar todos esses dias sem sequer pensar em praticar um exercício ou comer melhor? O tempo passa e todos os dias são importantes. Pense no HOJE e comece JÁ! E conte comigo e com o blog para o que precisar!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s