“Revenge Body” ou: para quem você quer emagrecer?

Padrão

Oi pessoal!

Ontem estava lendo uma revista de Moda, a Elle (para quem não sabe, além de blogueira e dona da @lovelibestore, sou Estilista de Moda Feminina) e me deparei com um artigo chamado “Vingança? Sai dessa, amiga” escrito pela editora Vivian Whiteman, sobre o novo programa de TV da Khloe Kardashian, o Revenge Body.

khloe

Por coincidência, assisti a um pedaço do programa outro dia no E!, e foi apenas um pedaço e não o programa completo justamente pelo motivo que a Vivian critica no artigo: a motivação principal para a perda de peso seria uma espécie de “vingança” contra alguém ou alguéns que magoaram a pessoa escolhida. Um dos casos que assisti era a moça (bonita e com um sobrepeso leve)  que queria se vingar de uma ex-amiga (???) que a criticava abertamente e alguns outros amigos cruéis (deus me livre de amigos assim, rsrs). No outro, era um rapaz fofinho querendo se vingar do ex-namorado (um clássico).

Achei um pouco forte focar a motivação do programa na vingança, fiquei com bode daquilo e troquei de canal. Aí, comprei a revista, refleti bastante lendo o artigo e posso falar com propriedade sobre esse assunto, porque eu passei por isso no passado.

Quem acompanha o blog desde o início, sabe que o gatilho para minha vida saudável foi um pé na bunda doloroso após muitos anos de namoro e uma demissão igualmente dolorosa de um emprego que gostava. Somente após passar por esses episódios, que eu julgava na época serem altamente humilhantes e dolorosos, que eu decidi que tinha que dar uma virada em minha vida.

Passou pela minha cabeça me vingar de todo mundo que tinha “me magoado”? Passou! E posso dizer uma coisa? A vingança é uma das motivações mais poderosas que existem, porque ela vem acompanhada de vários sentimentos fortes: raiva, mágoa, rancor, apego, ciúmes e essa força dolorosa me fazia ter uma urgência enorme em “mostrar que eu estava bem” e “sambar na cara de todo mundo”. Perdi muito peso dessa forma…

O tempo passou, a vida mudou, comecei a namorar uma pessoa que gosto muito e hoje em dia não tenho apenas um, mas três empregos que gosto, rsrs. Aquela vingança que eu queria tanto no começo, nunca aconteceu. As pessoas envolvidas nos episódios tristes, eu não vi mais. E nunca vou saber se elas chegaram a me ver como estou hoje, e mesmo se chegaram, não faz a menor diferença o que elas pensam, porque a vida mudou, o mundo deu tantas voltas e as coisas que aconteceram e eu julguei tão humilhantes e dolorosas, hoje eu considero normais, são coisas que acontecem na vida e fico feliz por ter conseguido transformar em algo positivo pra mim.

Conclusão: a vingança é uma motivação poderosíssima a curto prazo. Depois de fazer um bom trabalho, você pode sambar lindamente cheia de glitter na cara da amiga invejosa, dos parentes maldosos que fizeram comentários que te feriram, do ex namorado que te magoou, mas será que isso é realmente necessário? Será que faz tanta diferença no final? Eu sei que motivação é algo muito pessoal, mas dando meu depoimento sincero, para mim, NÃO FEZ… na verdade, o que eu penso hoje é que eu queria tanto não ter precisado dessas coisas pra mudar minha vida, eu queria tanto ter sempre pensado em mim e na minha saúde! E quando vi os primeiros resultados, a maneira como me transformei lentamente, a vingança sumiu e o sentimento de garra e determinação eram muito, muito maiores e melhores. E convenhamos, são sentimentos bem mais positivos que VINGANÇA.

21aca8ec2e84ce3f571bfe8912848385

“Pessoas fracas se vingam, pessoas fortes esquecem, pessoas inteligentes ignoram.”

Não estou criticando o programa em si, eu sei que entretenimento vende e histórias de “volta por cima” são muito, mas muuuuito populares, só dou minha opinião porque tenho medo que isso se torne um fator influenciador de pessoas (e a gente sabe que TV e celebridades tem um poder enorme no imaginário coletivo). E como eu já disse, motivação é algo extremamente pessoal, mas acredito que ninguém nunca vai dizer que vingança é um sentimento POSITIVO.

O que eu digo pra vocês é o que digo seeempre aqui no blog: façam POR VOCÊS. Se não for suficiente, ou se for difícil, façam pelas pessoas que amam e querem ver vocês bem: filhos, pais, parceiros, amigos… mas façam sempre, sempre, por uma motivação positiva e que traga BONS SENTIMENTOS, ok? E não parem 🙂

Anúncios

Os benefícios das oleaginosas e mais um desafio chegando!

Padrão

Oi pessoal!!!

Desculpem o “sumiço”, muita correria essa semana mas estou aqui! E sempre presente no nosso querido instagram do blog, o @marilianaopodeparar!!! Lá, eu posto o dia-a-dia, refeições no Stories, algumas dicas e motivaçõezinhas! Adoro redes sociais e interagir com todo mundo!!!

Essas duas últimas semanas tive uma certa dificuldade em seguir a dieta do Nutricionista a risca, não porque ela é difícil, mas sim porque não tive muito tempo pra me planejar e acabei fazendo várias substituições, algumas não muito saudáveis …

20170214_143448

Tipo, um miojo no almoço

Mas, na maior parte do tempo tento manter a linha:

20170214_063942

Café bem completinho, com café, cereal (pão) e derivado do leite (queijo)

E levo minha lancheirinha pra cima e pra baixo. Ela é térmica, então as coisas ficam fresquinhas e organizadas:

20170213_062650

Que organizada! 

Esse potinho menor, eu comprei na lojinha de R$1,99 (#blogueiraryca), e ele tem o tamanho ideal pra levar a quantidade certinha de Oleaginosas (nozes ou castanhas) que preciso. E faço questão de comer todos os dias porque senti vários benefícios. Vamos entender porque elas são tão importantes?

“Benefícios para o emagrecimento e hipertrofia:

Hipertrofia e dieta equilibrada são duas coisas que devem andar sempre juntas. O ideal é queimar as gorduras a fim de ganhar músculos, desenvolvendo a massa magra. Entretanto, se houver deficiência de proteínas, lipídios e certos minerais, por exemplo, a pessoa pode até perder peso, mas corre sério risco de perder massa muscular também. Nessa linha de raciocínio, podemos citar o magnésio, o zinco e a vitamina E como importantíssimos.

Então entram as oleaginosas como auxiliares da hipertrofia e da dieta de emagrecimento. Afinal de contas são óleos ricos exatamente em magnésio, zinco e vitamina E, entre outros minerais e também proteína. Sendo que os minerais em si já farão o serviço de manutenção de massa muscular e produção de testosterona, além de melhorarem, a circulação sanguínea e saúde das células, sendo zinco ótimos antioxidantes.

E a vitamina E, além da sua contribuição como antioxidante, é a responsável pelo abastecimento de gordura boa, fortalecimento da imunidade corporal, melhora a absorção de vitamina A, melhora a circulação sanguínea, entre outras tantas vantagens.”

Uau! Na minha dieta, entram umas 3 por dia. E notei a diferença na imunidade, no humor, no cabelo e pele… eu não costumava dar muita atenção a esses alimentos, agora não vivo mais sem! E adoro, o difícil é comer só 3 por vez!!! Por isso comprei o micro potinho, pra não exagerar!!!

Adotar uma dieta equilibrada e balanceada é o segredo para um emagrecimento saudável e duradouro. Acredito, e sempre defendi aqui no blog, que temos que emagrecer sim, mas com bem estar e de forma consciente. Esses pequenos alimentos podem fazer a diferença para que a dieta não seja tão custosa ou prejudicial ao organismo!!!

Fizemos mais um desafio bem legal, o #nppverão, interagimos muuuuito pelo Whatsapp, foi sensacional!!! Acabou dia 09/02 e a mulherada tá querendo mais!!! Vou fazer um novo desafio daqui a alguns dias, mas dessa vez vai ter uma pitadinha competitiva pra incentivar todo mundo, inclusive EU!!! Hahaha vai ser INCRÍVEL!!! Vamos juntos! E não vamos parar! Acompanhem o blog e o instagram pra saberem mais, ok?

 

Mudanças de rotina versus dieta

Padrão

Oi pessoal!

Desculpem o “sumiço”, esses dias têm sido bem corridos e não estava com tempo de postar, mas estou bem presente no @marilianaopodeparar, o instagram do blog!!! Lá eu sempre posto refeições, lanchinhos, treinos e essas coisas!

Continuo firme e forte na dieta do Nutricionista, e até por isso as postagens têm ficado mais intervaladas: a dieta é bem definida e não dá pra inventar muita coisa, fazer receitas novas, porque fazendo isso, acabo me perdendo no controle das porções. E, sendo beeem sincera, não posso comer muito MESMO, pra não sair do foco. Aí acaba não variando muito: de manhã é pão com queijo e café, lanche é fruta e castanhas, outro lanche é belvita e yakult… e por aí vai.

Mas vou dizer que me adaptei muuuito bem a essa dieta. Tive uma alteração na rotina onde estou meio período trabalhando fora de casa, e meus horários mudaram um pouco. Mandei um Whats pro Nutricionista informando isso, e ele alterou algumas coisas, agora tenho 2 lanches da manhã, almoço as 14:00 e apenas um lanche da tarde às 17:00.

screenshot_2017-02-03-11-56-30-1

Aí, pra não cair na tentação e comer porcaria na rua, estou levando um lancheirinha térmica com meus lanchinhos! Aí na foto tem dois lanchinhos: cereal e iogurte no primeiro lanche e fruta e castanhas no segundo. Já falei sobre marmitar e lancheirinhas nesse post, vale a pena ler!

E nessa nova realidade vi a importância de ter o suporte do Nutri. Se fosse por mim mesma, ia manter os horários e ia acabar saindo tudo errado. Vale a pena investir num profissional qualificado. Acho importante uma dieta onde dá pra manter a constância mesmo com mudanças.

E é por isso que DETESTO dietas malucas e restritivas. Fico imaginando eu indo pro Brás todo dia de manhã, tendo que fazer uma boa caminhada, e, por exemplo, ficar em jejum até a hora do almoço! Ah, me desculpem, mas não conseguiria raciocinar direito e meu humor ia ficar totalmente destrutivo!!! Sem contar a fraqueza, passo boa parte do tempo de pé, indo pra lá e pra cá, subindo e descendo escada… acho um PERIGO ficar sem nutrientes nessa situação!

Aliás, conheci recentemente um blog muito interessante de uma Nutricionista chamada Paola Altheia, onde ela fala muito sobre essas restrições absurdas: https://naosouexposicao.wordpress.com/

Li posts sensacionais lá sobre Low Carb, Jejum Intermitente, que reforçaram ainda mais a minha idéia que emagrecimento TEM QUE SER SUSTENTÁVEL A LONGO PRAZO. Não adianta começar uma dieta linda, perder 5kg em uma semana e depois, no primeiro jantar em família, no primeiro happy hour com os amigos, desandar e desistir. Eu digo, repito, endosso… fiz TODAS as dietas e loucuras possíveis pra emagrecer, e nada durou mais que 6 meses. E engordei tudo depois.

Estou desde junho de 2014 em Reeducação Alimentar e perdi muito, mas muito peso. Às vezes é até difícil assimilar o tanto que perdi. Tenho oscilações de peso, CLARO QUE TENHO, mas nem de longe volto ao peso anterior. E tenho total consciência do que estou fazendo e volto ao foco com tranquilidade porque sei que não haverão restrições severas, mas sim uma dieta saudável com boas opções. Não, não é fácil, perco peso de forma mais lenta, mas sei que estou transformando gordura em massa muscular e isso leva MUITO TEMPO. Não tenho pressa, não engordei do dia pra noite, foram quase 4 anos engordando até chegar ao meu ápice de peso.

Não importa o que você queira fazer para emagrecer, essa opinião é MINHA, baseada em experiências pessoais. Mas, o que posso aconselhar é que você sempre reflita sobre o tempo que vai levar e o quanto você vai conseguir sustentar a forma de emagrecimento. Pense em longo prazo: 1 ano, 2 anos, vou conseguir fazer isso? Em viagens, mudanças de trabalho, alterações de humor, de rotina, de stress, será que consigo manter?

Pensem bem e tenham consciência que isso é uma mudança pra vida toda, mas quando começam a aparecer os resultados e a vida fica mais prazerosa e as tarefas do dia-a-dia, mais fáceis, você se anima e vê que vale muito a pena!