“Revenge Body” ou: para quem você quer emagrecer?

Padrão

Oi pessoal!

Ontem estava lendo uma revista de Moda, a Elle (para quem não sabe, além de blogueira e dona da @lovelibestore, sou Estilista de Moda Feminina) e me deparei com um artigo chamado “Vingança? Sai dessa, amiga” escrito pela editora Vivian Whiteman, sobre o novo programa de TV da Khloe Kardashian, o Revenge Body.

khloe

Por coincidência, assisti a um pedaço do programa outro dia no E!, e foi apenas um pedaço e não o programa completo justamente pelo motivo que a Vivian critica no artigo: a motivação principal para a perda de peso seria uma espécie de “vingança” contra alguém ou alguéns que magoaram a pessoa escolhida. Um dos casos que assisti era a moça (bonita e com um sobrepeso leve)  que queria se vingar de uma ex-amiga (???) que a criticava abertamente e alguns outros amigos cruéis (deus me livre de amigos assim, rsrs). No outro, era um rapaz fofinho querendo se vingar do ex-namorado (um clássico).

Achei um pouco forte focar a motivação do programa na vingança, fiquei com bode daquilo e troquei de canal. Aí, comprei a revista, refleti bastante lendo o artigo e posso falar com propriedade sobre esse assunto, porque eu passei por isso no passado.

Quem acompanha o blog desde o início, sabe que o gatilho para minha vida saudável foi um pé na bunda doloroso após muitos anos de namoro e uma demissão igualmente dolorosa de um emprego que gostava. Somente após passar por esses episódios, que eu julgava na época serem altamente humilhantes e dolorosos, que eu decidi que tinha que dar uma virada em minha vida.

Passou pela minha cabeça me vingar de todo mundo que tinha “me magoado”? Passou! E posso dizer uma coisa? A vingança é uma das motivações mais poderosas que existem, porque ela vem acompanhada de vários sentimentos fortes: raiva, mágoa, rancor, apego, ciúmes e essa força dolorosa me fazia ter uma urgência enorme em “mostrar que eu estava bem” e “sambar na cara de todo mundo”. Perdi muito peso dessa forma…

O tempo passou, a vida mudou, comecei a namorar uma pessoa que gosto muito e hoje em dia não tenho apenas um, mas três empregos que gosto, rsrs. Aquela vingança que eu queria tanto no começo, nunca aconteceu. As pessoas envolvidas nos episódios tristes, eu não vi mais. E nunca vou saber se elas chegaram a me ver como estou hoje, e mesmo se chegaram, não faz a menor diferença o que elas pensam, porque a vida mudou, o mundo deu tantas voltas e as coisas que aconteceram e eu julguei tão humilhantes e dolorosas, hoje eu considero normais, são coisas que acontecem na vida e fico feliz por ter conseguido transformar em algo positivo pra mim.

Conclusão: a vingança é uma motivação poderosíssima a curto prazo. Depois de fazer um bom trabalho, você pode sambar lindamente cheia de glitter na cara da amiga invejosa, dos parentes maldosos que fizeram comentários que te feriram, do ex namorado que te magoou, mas será que isso é realmente necessário? Será que faz tanta diferença no final? Eu sei que motivação é algo muito pessoal, mas dando meu depoimento sincero, para mim, NÃO FEZ… na verdade, o que eu penso hoje é que eu queria tanto não ter precisado dessas coisas pra mudar minha vida, eu queria tanto ter sempre pensado em mim e na minha saúde! E quando vi os primeiros resultados, a maneira como me transformei lentamente, a vingança sumiu e o sentimento de garra e determinação eram muito, muito maiores e melhores. E convenhamos, são sentimentos bem mais positivos que VINGANÇA.

21aca8ec2e84ce3f571bfe8912848385

“Pessoas fracas se vingam, pessoas fortes esquecem, pessoas inteligentes ignoram.”

Não estou criticando o programa em si, eu sei que entretenimento vende e histórias de “volta por cima” são muito, mas muuuuito populares, só dou minha opinião porque tenho medo que isso se torne um fator influenciador de pessoas (e a gente sabe que TV e celebridades tem um poder enorme no imaginário coletivo). E como eu já disse, motivação é algo extremamente pessoal, mas acredito que ninguém nunca vai dizer que vingança é um sentimento POSITIVO.

O que eu digo pra vocês é o que digo seeempre aqui no blog: façam POR VOCÊS. Se não for suficiente, ou se for difícil, façam pelas pessoas que amam e querem ver vocês bem: filhos, pais, parceiros, amigos… mas façam sempre, sempre, por uma motivação positiva e que traga BONS SENTIMENTOS, ok? E não parem 🙂

Anúncios

2 comentários sobre ““Revenge Body” ou: para quem você quer emagrecer?

  1. Oi Marília, realmente no começo o sentimento de vingança dá uma pesada, mas depois passa, são tantos sentimentos e sensações boas que descobrimos e aí mudamos o foco, penso que qualquer que seja o gatilho, ele é válido se nos leva para frente 🙂
    Comecei a nadar depois de um divórcio, seis anos de namoro e o casamento mal durou um aninho, muito triste , mas as coisas melhoraram e hoje estou treinando para minha primeira travessia 😀

    Curtir

    • Uau Pollyana! Sua história é mto inspiradora! Realmente, mudar o foco é mais que importante, é essencial pra que redescubramos nossa essência e isso impulsiona pra uma nova vida, uma nova rotina! Obrigada pelo relato! Beijão!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s